Buscar
  • Eng. Fabio de Jesus

GERENCIAMENTO DO TEMPO - Cronograma

Caros amigos, o tema de hoje é um dos componentes da tripla restrição em gerenciamento de projetos, será abordado o monitoramento e controle do TEMPO, tão fundamental quanto o gerenciamento dos CUSTOS e do ESCOPO para aumentar as chances de sucesso de um projeto.

Na definição de projeto que encontramos no PMBOK GUIDE “evento de caráter único, de elaboração progressiva e com data para acabar” já se identifica a necessidade de controlar o TEMPO do projeto, uma vez que este precisa iniciar em alguma data e terminar também em uma data pré-determinada, dentro dos custos estabelecidos e também com a QUALIDADE assegurada.

Os processos de gerenciamento de tempo interagem com as outras áreas do conhecimento, veja abaixo os processos:

6.1 – planejar o gerenciamento do cronograma:

Este processo estabelece as políticas, os procedimentos e a documentação para o planejamento, desenvolvimento, gerenciamento, execução e controle do cronograma do projeto.

6.2 – definir atividades:

Neste processo as ações especificas a serem realizadas para produzir as entregas do projeto são identificas e documentadas.

6.3 – sequenciar atividades:

Processo de identificação e documentação dos relacionamentos entre as atividades do projeto.

6.4 – estimar os recursos para as atividades:

Neste processo são realizadas as estimativas das quantidades de material, recursos humanos, equipamentos e suprimentos em geral para a realização das atividades do projeto.

6.5 – estimar a duração das atividades:

Neste processo são realizadas as estimativas para a realização das atividades do projeto de acordo com os recursos disponibilizados.

6.6 – desenvolver o cronograma:

Neste processo é realizada uma análise das sequências das atividades, suas durações, recursos necessários e restrições do tempo do projeto, visando criar um cronograma modelo para o projeto.

6.7 – controlar o cronograma

Processo de monitoramento das atividades e atualização da linha de base do projeto no caso de mudanças aprovadas e sinalização para mudanças de acordo com o andamento das atividades.

O gerenciamento de tempo assim como as demais áreas do conhecimento em gerenciamento de projetos é composto por ENTRADAS, FERRAMENTAS E TÉCNICAS e SAÍDAS, mais adiante falaremos mais detalhadamente acerca de cada um dos itens.

Ainda nesta postagem vamos conhecer as principais entradas, ferramentas e técnica e saídas do processo “6.6 desenvolver cronograma do projeto”.

ENTRADAS:

Plano de gerenciamento do cronograma, lista das atividades, requisitos, diagrama de rede, recursos, estimativa de duração das atividades, fatores ambientais da empresa e ativos de processos organizacionais, entre outras.

FERRAMENTAS E TÉCNICAS:

Análise de rede do cronograma, nesta técnica é gerado o modelo do cronograma, utilizando técnicas analíticas como método do caminho crítico e método da correte crítica.

Método do caminho crítico, neste método estimamos a menor duração para o projeto, as atividades do caminho crítico comprometem todo o cronograma em caso de atrasos, são atividades para serem monitoradas prioritariamente pelo gerente do projeto.

Método da correte crítica, nesta técnica são considerados recursos limitados e incertezas do projeto para a criação de buffers (reservas) para proteger as datas-alvo para as entregas do projeto, desta forma cria-se "pulmões para lidar com os desvios ao longo da corrente crítica.

Técnica de otimização de recursos, nivelamento de recursos, estabilização de recursos.

Técnica de criação de modelos: análise “e-se” e simulação.

Compressão de cronograma através do aumento dos recursos ou paralelismo, executando as atividades paralelamente.

SAÍDAS:

Linha de base do cronograma, é a versão aprovada para o início do projeto e sempre será utilizada para efeito comparativo com os resultados reais durante a execução do projeto.

Cronograma do projeto, modelo que apresenta a conexão das atividades, com datas, recursos, marcos com datas de início e término, o cronograma pode ser apresentado como gráfico de barras, gráfico de marcos ou como diagrama de redes.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

O gerenciamento do tempo em projetos é fundamental para o sucesso do projeto, cabe ao gerente do projeto utilizar as ferramentas e técnicas divulgadas pelo PMI, embora não sejam regras, as práticas indicadas no PMBOK GUIDE são aquelas que normalmente funcionam e que na maioria das vezes leva o projeto a ter maiores chances de sucesso, abaixo segue os exemplos para o cronograma e para os marcos do projeto de criação deste website.

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

FARP ENGENHARIA LTDA.

© Copyright 2021 - FARP ENGENHARIA LTDA.

  • w-facebook
  • w-twitter
  • Instagram Social Icon
  • w-googleplus